Loading...

Como a SELLE SMP resolveu a dormência, ardor e outros problemas genitais derivados do ciclismo.

O CONCEITO SELLE SMP: "NO MORE PRESSURE" QUATRO patentes mundiais desenvolvidas em colaboração com uma equipa de médic...

 Selins Selle SMP Portugal


O CONCEITO SELLE SMP: "NO MORE PRESSURE"

QUATRO patentes mundiais desenvolvidas em colaboração com uma equipa de médicos Urologistas e Andrologistas, suportado ainda com estudos publicados no "Journal of Sexual Medicine"! A SELLE SMP resolveu - de facto - a dormência, ardor e demais problemas genitais derivados do ciclismo. Bem mais do que um selim, é um "ovo de colombo" no ciclismo! 

Os selins Selle SMP são um autêntico e franco legado incrivelmente importante no mundo do ciclismo. O design anatómico e ergonómico dos selins SELLE SMP é 100% fundamentado a partir de investigação médico-científica: mais precisamente, em 62 artigos e investigações médicas internacionais. O canal central totalmente aberto é transversal a todo o selim, desde a frente até atrás. Seja qual for a posição do ciclista, a geometria anatómica previne a compressão da zona perineal, evitando oclusão das veias e compressão de nervos.





Exclusivamente nos selins SELLE SMP, a área de suporte do peso do ciclista está precisamente distribuído pelos ossos pélvicos e pelas nádegas. É nesta estrutura que o selim suporta o peso do corpo e se apoiam uma série de músculos ligados ao movimento.



Problemas genitais mais comuns nos ciclistas:

1. Lesões na zona períneal


Formigueiro/Dormência

Ocorre devido à redução da circulação de sangue e como consequência de uma compressão local prolongada

Dor crónica

Um problema detetado em 50% a 91% dos ciclistas; está diretamente associado à dessensibilização da zona genito-perineal e tem como consequência mais comum a disfunção eréctil em 13% a 24% dos casos.

Lesões

O contacto constante e prolongado entre o selim e a zona períneal por causar diversos tipos de lesões incluindo calos, úlceras,  irritações de pele ou bolhas com foliculite. A lesão mais comum consiste num pequeno nódulo - denominado frequentemente como "nódulo do ciclista" ou "terceiro testículo". Normalmente, este nódulo parece um calo relativamente elástico com alguns centímetros e é removido por cirurgia.



2. Bexiga e Rins

Hematúria


Consiste na presença de sangue na urina. Os micro-traumas repetitivos e constantes nos rins e bexiga têm relação direta com a intensidade e duração da atividade física.



3. Pénis


Priapismo


Ocorre devido ao fluxo abundante mas anormal de sangue no corpo cavernoso do pénis e consiste numa longa e dolorosa ereção. Surge como consequência a um trauma vascular ou com a formação de fístulas arteriovenosa.



4. Testículos

Valores anormais de PSA (próstata)

O aumento anormal do valor do PSA acima dos valores comuns, pode ter como causa provável a compressão direta do selim contra a zona períneal e por isso mesmo, também sobre a glândula prostática, pode resultar num aumento do risco de tumor na próstata. 

Infertilidade

A atividade física prolongada causam aumento da temperatura do escroto (bolsa testicular) que danifica a criação de esperma e muda o eixo hormonal masculino hipotálamo-hipófise testicular.

Tumor nos Testículos

O aumento significativo do risco de Seminoma testicular nos ciclistas tem conexão provável com as repetitivas e frequentes traumas nos escrotos. Contudo, outros investigadores, com base nas mesmas questões, dão maior ênfase à actividade física como factor de proteção relativamente às neoplasias e que, até um certo ponto, equilibra com a maior incidência de neoplasias em ciclistas.

Torção do cordão espermático

Consiste numa rotação significativa do eixo dos testículos que, no ciclismo, pode estar relacionada com o movimento dos testículos enquanto pedala, acompanhado com um vigorosas contrações do músculo cremaster (músculo que suspende os testítulos). As lesões a este nível necessitam de correção cirúrgica.



5.  Corpo feminino

Na fisionomia feminina, do ponto de vista anatómico, as estruturas neuro-vasculares comprimidas pelo selim são as mesmas que um corpo masculino. Por isso mesmo, também as mulheres sofrem de problemas e disfunções associadas ao ciclismo. As principais e mais frequentes são a anorgasmia, ulcerações e linfedema vulvar, dificuldades em urinar, dor períneal crónica e hematúria.



OS RESULTADOS SELLE SMP: +83%

A Selle SMP abordou 62 publicações internacionais que revelaram e investigaram os problemas e patologias comuns aos ciclistas. No primeiro balanço, 70% dos ciclistas, entusiastas e cicloturistas, homem ou mulher, têm problemas de circulação sanguínea!





MÉTODO UTILIZADO

Medição da pressão de oxigénio peniano transcutâneo (PtcO2 em mm Hg) num selim SMP e num selim tradicional.

CONCLUSÕES

A compressão da zona perineal causa pressão sobre as estruturas neuro-vasculares com consequências diretas na fisiologia genital. A geometria do selim é um factor determinante na redução da compressão e, é o mais importante factor a ser considerando e avaliado no momento de adquirir um selim.

RESULTADOS

Os resultados obtidos demonstram que os selins SMP garantem maior fluxo sanguíneo nos genitais e são a melhor, a mais evidente e fundamentada solução do mercado de ciclismo com garantia de elevada performance física e maiores benefícios de saúde.





:: Links Úteis ::::::::::::

Selle SMP 1989289353949578519

Enviar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Catálogo PremiumBikeDealer

Giessegi Verão 2017

Dropout's Linha Branca

RSS - Receba por email

Media

 photo magazines3_zps899cd7f2.jpg

Galeria de Fotos